Francofocine - O Sonho de um rei

FICHA TÉCNICA:

VERSALHES, O SONHO DE UM REI (Versailles, Le Rêve d'un Roi)

Nacionalidade: França

Direção: Thierry Binisti

Gênero: Documentário Histórico

Lançamento: 2008

Elenco: Samuel Theis

 

"Versalhes se tornou o centro político da França. Um centro inteiramente

organizado em volta de um rei."

 

 

Nos dias de hoje, quando se visita Versalhes, em sua grandiosidade, é difícil imaginar a história por trás das paredes de ouro, ficamos em tal estado de mudez que não ousamos questionar seu surgimento, e muito menos o preço que foi pago para construir um dos lugares mais visitados na França, na atualidade.

 

Porém, a história do grande Chateau foi contada no documentário, e também em parte, drama, "Versalhes, o Sonho de um Rei", onde não apenas a engenhosidade é revelada, mas também o lado obscuro é esclarecida.

 

Um jovem rei, constantemente ameaçado desde a infância, por conspiradores, dentro e fora de sua corte; essa era a situação de Luís XIV, quando vislumbra Versalhes pela primeira vez. Entretanto, mais que um refugio, sua nova residência precisava ser acima de qualquer nobre da corte, aliás, deveria ser o suficiente para mantê-los sob seu controle.

 

O documentário relata o inicio das construção, desde quando o local era apenas um pavilhão de caça, carinhosamente lembrado por Luís XIV pela relação com seu pai, até finalmente chegar em seu esplendor, porém nunca finalizado em perfeição como era do desejo do rei Sol.

 

Mas o que o palácio custou ao povo francês? É possível pensar que naquele momento, uma pequena chama, inicial, se acendia do que algumas gerações depois, estouraria na revolução francesa, pois tanto os jardins quanto o próprio palácio foram erguidos com o esforço e trabalho duro dos camponeses e dos soldados franceses, a ponto de que nem no domingo, considerado dia santo (mas a igreja católica revoga para finalizarem as obras), havia descanso, além da falta de condições, o que causaram mortes de muitos desses trabalhadores, e durante a noite as carroças com os cadáveres os levavam embora, e silenciavam esses ocorridos com o esplendor que rodeava o futuro lar do rei e de sua corte.

 

Também é uma aula do absolutismo instaurado por Luís. Ele queria ter toda a corte em seu controle, ele precisava. E para isso, usou de algumas estratégias bem inteligentes, porém sutis, para convencer, e de forma imperceptível, obrigar os nobres a residirem no local, que apenas crescia a cada carruagem que estacionava anunciando os novos moradores. E para atender as necessidades e mantê-los ao seu redor, o rei criava novas formas de entretenimento, e a moda também foi uma auxiliar, pois tudo acontecia em Versalhes.

 

Ao final, Versalhes consegue surpreender a todos que ali residem e também seus visitantes, mas nunca foi o bastante para Luís XIV, que também paga um preço bem alto por sua adoração ao amado lar que construiu, que se tornou uma gaiola de ouro.

 

A verdadeira faceta do palácio de Versalhes, que começou com o vislumbre de um rei, porém quão caro foi o preço pago pela França e pelo famoso rei Sol?

 

Só assistindo essa maravilhosa produção francesa, que possui uma fotografia impecável em Versalhes, figurino de época maravilhoso, e uma narrativa pouco convencional ao formato de documentário.

Com certeza, Versalhes não irá mais te calar, mas te surpreender.

 

 

 

 

 

Please reload

Categorias

Please reload

Útimos posts

Please reload

Arquivo

Please reload