Vous Saviez? - As catacumbas de Paris

Toda cidade tem seu lado sombrio, um lado desconhecido, e evitado por seus turistas. Mas eles estão lá, nós querendo ou não, com suas histórias. E Paris não foge a regra, e com certeza as catacumbas que estão abaixo da cidade Luz tem muitas histórias para contar, além da sua própria.

 

A capital francesa foi construída acima de 300km de galerias subterrâneas, resultantes da exploração de calcário durante a ocupação romana, o que a torna "oca". E hoje em dia, essa característica não permite muitas construções pesadas por lá, então os grandes edifícios comerciais que surgiram com a atualidade tiveram que ser construidos nos arredores, pois poderiam causar uma catástrofe local.

 

Entretanto, o que parece um problema aos centros comerciais desse século, foi uma solução para os cemitérios do século XVIII.

 

 

O maior cemitério de Paris naquela época, le Saints-Innocents, desde o século V abrigava os cadáveres da cidade, e depois de anos, guerras, epidemias e miséria, sofria de um superlotação, de forma que uma cova coletiva (usada muitas vezes para indigentes ou quem não havia condições de pagar um túmulo), chegava a 10 metros de profundidade, na necessidade de receber mais corpos.

 

A situação do cemitério resultava em denuncias de mal cheiro, insalubridade e risco de doenças nas redondezas, e por conta disso foi fechado em 1780 e gera a necessidade de novos cemitérios em Paris.

 

Mas, e os cadáveres de Saints-Innocents? Que fim teriam?

 

 

 

Para por um fim as reclamações da população, parte das antigas galerias foram ocupadas e se tornaram o ossário oficial, não só do cemitério Saints-Innocents, mas também dos outros da cidade, como o cemitério de Madeleine, onde foram enterradas as vítimas da guilhotina durante a revolução.

 

Lá encontram-se ossos de cerca de 6 milhões de pessoas dos anos de 1785 a 1860, colocados organizadamente, e as vezes até artisticamente nas paredes das galerias.

 

Então, para quem não tem medo de enfrentar até a parte mais macabra da história, especialmente a da França tem que visitar as catacumbas de Paris, com seus mortos residentes, e quem saiba até não encontre as ossadas de alguns ilustres, como Maria Antonieta e Robespierre.

 

Cerca de 300 mil visitantes por ano são corajosos para enfrentar esse passeio.

 

E falando nisso, a ficha técnica dessa visita é:

 

1 Avenue du Colonel Henri Rol-Tanguy – 75014 Paris
Entrada: 12 euros (27 euros para o ingresso fura-fila)
Aberto de terça-feira a domingo, das 10h às 20h30
Site: http://www.catacombes.paris.fr/

 

- Fila: média de 1h30 de espera.

- Percurso: 2km em sentido único, 130 degraus de decida e 83 de subida, e não vale desistir no meio do caminho!

- Banheiro: Lá embaixo, sem chance!

- Temperatura: Frio.

- Tempo de passeio: 45 minutos.

- ATENÇÃO: Não é recomendado para gestantes, claustrofóbicos, cardíacos, e sensíveis ao tema do local.

 

E ai? Encararia as catacumbas de Paris?

 

Tem até gente que faz apostas com amigos de quem enfrenta o ossário, e o caso que mais repercutiu foi da empresa de hospedagem Airbnb, que no Halloween de 2015, ofereceu uma noite de graça com direito a jantar e café da manhã, e as passagens, para duas pessoas... NAS CATACUMBAS!!!

 

É, de fato, as catacumbas de Paris tem muitas histórias para contar...

 

 

 

Fontes:

http://parisienissima.com/tudo-o-que-voce-queria-saber-sobre-as-catacumbas-de-paris/

https://www.airbnb.com.br/night-at/paris-catacombs

 

 

Please reload

Categorias

Please reload

Útimos posts

Please reload

Arquivo

Please reload