Vous Saviez? - Le Macaron

Coloridos, saborosos, chiques, requintados e franceses... essas são algumas características  que as pessoas usam para descrever a doce bolachinha recheada que se tornou sinal de sofisticação nos últimos anos, mas a história do Macaron é antiga, entretanto guarda seu requinte.

 

O macaron se tornou popular recentemente depois do lançamento do filme "Maria Antonieta" em 2006, e desde então tem sido lembrado como o doce da delfina e sinal de algo chique, virou moda e requisito para as meninas fãs de docinhos franceses. Porém o Macaron era o doce favorito de outra rainha...

 

 

A rainha Catarina de Médici, de origem italiana, quando se casou com o rei Henrique II da França em 1533, levou para seu novo país a receita secreta de seu doce favorito, o "maccherone", que significa massa fina, que era uma espécie de biscoito com merengue de amêndoas, e era servido apenas aos membros da corte, e somente os cozinheiros da nova rainha tinham a manha de fazê-lo, sendo uma sobremesa bem restrita ( daí de seu requinte). A sobremesa ficou na corte francesa, e talvez Maria Antonieta tenha saboreado esse docinho durante seu reinado, e dificilmente não gostou de seu sabor, porém não temos como dizer que era seu favorito, como alguns afirmam.

 

 

 

Mas se o Macaron (adaptado seu nome para o francês) era restrito para a corte francesa, como ele se tornou mais popular?

 

Culpem a revolução francesa!

 

Duas freiras da cidade de Nancy, remanescentes da ordem das Carmelitas, recriaram a receita do doce, durante a revolução (1789 a 1805), e ficaram conhecidas como irmãs Macaron. Mas essa receita só foi relembrada em 1930, pelo confeiteiro francês Pierre Desfontaines, que acrescentou o recheio de ganache de chocolate entre os biscoitos, e vendê-los na doceria da família. Atualmente essa doceria, chamada Ernest Ladurée (Paris), vende cerca de 15 mil macarons por dia!

 

Porém a ideia colorida dos docinhos não foi originada por Desfontaines, foi outro Pierre, de sobrenome Hermé, que manteve a receita e formato originais, e adicionou novos sabores a massa e ao recheio, além do corante que os torna mais fofos e divertidos.

 

Seja em uma mesa de casamento, em um café da tarde, ou em um buffet, na vitrine de uma doceria, em uma caixa de presente para a namorada, ou mesmo uma compra aleatória para saciar a vontade de um doce, o macaron, por sua história e seu jeito especial de ser, consegue melhorar o dia de qualquer um, e fazer que nos sintamos dignos de comê-los.

 

Que tal um macaron para melhorar o dia?

 

 

 

 

Please reload

Categorias

Please reload

Útimos posts

Please reload

Arquivo

Please reload