10 de agosto - aniversário em dose dupla

Por que agosto? Por que dia 10?

 

Eu, Mariana Pacheco, nasci dia 10 de agosto (não vou falar o ano), e sempre encarei o mês do meu aniversário com certo desgosto.

1º é um mês que não tem NENHUM feriado no Brasil!

2º é o mês de dia dos pais, meu pai nasceu dia 8 de agosto, logo meu aniversário é trocado pelo dia dos pais, e não dá para convidar ninguém para festa.

3º é inverno, então está frio e não dá para colocar um vestido legal para comemorar.

4º Normalmente eu estou voltando às aulas no dia do meu aniversário, isso já acaba com o dia que deveria ser meu.

 

Mas quando eu coloquei o dia do meu aniversário para Guilhermina, foi um pouco para compensar esses fatores, além disso, também poderia comemorar mais esse aniversário sem preocupações com os itens citados a cima.

 

Então para comemorar esse aniversário em dose dupla, resolvi fazer um TOP 10 AGOSTO, com curiosidades do mês, minhas e de Guilhermina!

 

1- Eu e Guilhermina fazemos aniversário no mesmo dia (por isso o post né rsrs)

 

2- Na Europa, agosto é verão, o que deve ser bem mais legal de comemorar (eu pensei nisso também quando escolhi a data)

 

3- 13 de agosto é dia do canhoto

 

4- Napoleão nasceu dia 15 de agosto

 

5- dia 26 de agosto se comemora o dia internacional dos Direitos do Homem e do Cidadão

 

6- a França também não tem feriados em agosto (triste...)

 

7- O aniversário de Guilhermina só é citado uma vez no livro no capítulo sobre, e que coincidentemente tem um fator marcante para ela (no spoilers)

 

8- Guilhermina ganhou sua bainha no dia do seu aniversário de Vinourt, com suas iniciais, pois não havia um brasão. Essa bainha, posteriormente ganharia o brasão da família real a quem serviu.

 

9 - Eu normalmente falto a aula no dia do meu aniversário, para mim é feriado pessoal

 

10 - O que mais gosto de ganhar no meu aniversário são livros ou dinheiro para ir a livraria e compra-los. Hoje em dia é isso que eu combino com meus pais.

 

Bônus! - Não fiz festa de quinze anos (na Europa é de dezesseis) ao estilo princesa, mas algo simples com alguns amigos. Quando escrevi sobre o aniversário de Guilhermina, coloquei essa mesma simplicidade em sua comemoração. Não é como comemoramos, mas com quem e se realmente demonstra que crescemos.

 

Eu cresci escrevendo a história de Guilhermina, hoje amadureço mais um pouco sabendo que esse romance também evoluiu. E por isso eu comemoro! Compartilho essa festa com minha família, meus amigos, meus professores e meus leitores!

 

Vamos comemorar juntos!!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Categorias

Please reload

Útimos posts

Please reload

Arquivo

Please reload