• RF

Onde a Luz Cai - no crepúsculo da Revolução Francesa

Atualizado: Out 1

Título: Onde a Luz Cai - no crepúsculo da Revolução Francesa

Autor: Allison Pataki e Owen Pataki

Editora: Gutemberg

Classificação indicativa: Romance Histórico

Gênero: Contemporâneo


"Não era um desejo, era uma necessidade. Uma necessidade urgente e implacável. Esta vida era muito louca, muito trágica, e tudo podia mudar muito rapidamente (...)".


Um romance que, assim como "A Rosa e o Florete", vem contar uma história em meio à Revolução Francesa, nos inundando e envolvendo de um cenário de caos e questionamentos ideológicos.


A história começa em 1792 na guilhotina, Alexandre Valière, pai de André e Remy Valière, antigo nobre francês, é condenado à morte pelos revolucionários e advogados acusadores que sustentam a assembléia. Ao mesmo tempo, os filhos despojados de seus títulos, seguem lutando em campos de batalha em Valmy pela França, contra os prussianos e austríacos.


Nesse mesmo tempo, o advogado Jean-Luc St. Clair é conhecido entre seus colegas de profissão como um homem caridoso que ajuda famílias necessitadas sem nada cobrar, e por isso acaba enfrentando problemas financeiros, porém sua esposa Marie não se magoa pela luta de seu marido pelos cidadãos da República.


Os destinos desses personagens se cruzam quando a figura do general Kellermann, um antigo nobre, é perseguido por Guillaume Lazare, um advogado radical, e extremamente estratégico em seus processos e objetivos, e Murat, tio de Sophie, namorada de André Valière. E neste momento, em que a corrupção e os interesses políticos dos revolucionários são expostos que os personagens cruzam seus destinos e lutas pelo que acreditam.


Após André testemunhar a favor de seu antigo general e St. Clair se colocar na defesa de Kellermann, eles passam a ser o alvo de Lazare e Murat, que por um passado histórico com a família Valière, busca vingança, e o advogado apenas deseja exterminar aqueles que o desafiam dentro de seus objetivos.


Entre a convivência com personagens incríveis, como Robespierre, o general Thomas-Alexandre Dumas (pai do escritor francês) e Napoleão Bonaparte, e cenários igualmente importantes, como Conciergerie, o café Le Procope, e a expedição napoleônica no Egito, o enredo traz ao leitor além dos fatos, também uma narrativa bem pensada que trabalha a essência humana que não muda por causa da Revolução.


Um romance que traz questões de igualdade, fraternidade e liberdade também trabalha intrigas, vinganças, questionamentos e situações que contradizem esses ideais na realidade dos personagens expostos na trama. Com certeza uma leitura digna e necessária para quem quer entender mais sobre a vida dos cidadãos franceses além da Revolução Francesa, naquela época até 1804, quando Napoleão se torna imperador.




3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo