• RF

(Livre)ando - Napoleão, uma biografia literária

Título: Napoleão, uma biografia literária

Autor: Alexandre Dumas

Editora: Zahar

Classificação indicativa: adulto

Gênero: Clássicos


"(...) o homem é descoberto pela posteridade, surgindo radioso e sublime aos olhos do mundo. É então o caminho por ele percorrido antes de chegar ao seu pedestal que devemos seguir, e o quão fragéis as pistas deixadas em certos pontos de sua rota, mais desconhecidas e, por conseguinte, mais curiosas."


A fama do general francês que se autoproclamou imperador é conhecida pelo mundo inteiro, até porque, metade da Europa, foi conquistada por ele na época. O Brasil conhece essa História porque foi o motivo que levou o rei João a sair de Portugal e fugir para as terras da colônia: O medo de Napoleão.


Excelente estrategista de guerra e batalhas, para alguns países, foi considerado o anticristo, para a França, um marco, que dividiu a revolução da monarquia, e tornou o país um império.O valor deste personagem histórico é inegável, porém o que se sabe de Napoleão como homem, e não general, cônsul e imperador? Como ele escalou até o topo, e depois, de lá caiu? Foi apenas Waterloo responsável por sua derrota?


Alexandre Dumas propõe em sua obra explorar a humanidade de Napoleão Buonaparte, começando por usa infância e origens na Córsega, até suas impressões e presença na Revolução Francesa, suas vitórias em batalha que lhe renderam destaque, evoluindo para seu período como cônsul e o triunvirato, para enfim chegar ao trono e se proclamar imperador dos franceses, e por fim, sua vida nas Ilhas de Elba e Santa Helena.


Não é apenas uma narrativa fria e acadêmica, mas traz a evolução do caráter do jovem Napoleão, como homem, e os principais marcos de sua vida que o tornaram o que era, e que explicaria suas decisões mais relevantes, como o bloqueio continental, a guerra com a Rússia e o governo de 100 dias. Percebemos que, por mais que ele tenha construído imagens diferentes nos países conquistados, devemos admitir que ele possuía certa genialidade para traçar o caminho até seus obejtivos. É dito no livro que Napoleão não era dotado em Geografia e História na escola, mas era excelente aluno em matemática. É só uma primeira pista do que seus conhecimentos construíriam.


Igualmente, nas últimas páginas do livro, temos o testamento de Napoleão quando sua morte já era eminente, e podemos ver com quem e o que ele realmente se importava. Além disso, um de seus últimos pedidos e que seu corpo sofresse uma autopsia para se descobrir o real motivo de suas dores estomacais, que não conseguiam ser resolvidas por nenhum tratamento médico.


Um livro com a vida de um dos homens mais marcantes da História francesa e mundial, de forma palpável, humana e real em sua essência. Para quem quiser descobrir Napoleão como pessoa, e não imperador apenas, a leitura é recomendada.



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
0