• RF

Lupin, parte 1 e 2

Atualizado: Out 1

FICHA TÉCNICA:

LUPIN

Nacionalidade: França

Direção: George Kay

Gênero: suspense

Lançamento: 2021

Elenco: Omar Sy, Ludivine Sagnier, Soufiane Guerrab, Hervé Pierre


Baseada na série de livros do autor Maurice Leblanc, do personagem Arsène Lupin, o ladrão de casaca, a produção francesa que chega à Netflix vem não apenas para homenagear a trama literária, mas também para trazer uma nova versão deste anti-herói dentro da sociedade moderna, questionando os franceses, através do personagem Assane Diop.


Vindo para provar que um livro pode moldar uma pessoa, depois de ganhar um exemplar da obra de Maurice Leblanc e perder o pai sob falsa acusação de roubo, a vida de Assane Diop, filho de imigrante senegalês, vira de cabeça para baixo, e começa a aprender os talentos criminosos de Lupin através de seus livros, e colocá-los em prática para atingir seu inimigo, Hubert Pellegrini.


Hubert Pellegrini, um milionário francês, usou o pai de Assane para ganhar dinheiro em um momento dificuldades, o acusando de roubo de um colar que pertenceu à rainha Maria Antonieta, para pegar o dinheiro do seguro da jóia. O pai Diop é preso, e assassinado na prisão, deixando seu filho. 25 anos depois da perda, Assane realmente rouba o colar, em um golpe de mestre em um leilão, e a partir desta ação, suas desconfianças sobre um armação contra o seu pai se levantam com mais força, e a trama realmente começa a partir daí.


Sem dar ponto sem nó, as ações de Assane são perfeitamente planejadas, para tentar encurralar Pellegrini, mesmo quando parece impossível dele conseguir escapar da polícia e não provar a culpa de seu inimigo. Nessa trajetória, ele consegue aliados antigos, como seu amigo Ben, e novos, como o policial Guédirra. E também tem que lidar com sua busca em segredo de sua ex-esposa Claire, e seu filho Raoul, que acidentalmente começam a serem inseridos na perseguição, e podem ser machucados por Pellegrini.


Além da descoberta e referências aos livros de Maurice Leblanc "Lupin", que são sutis, mas presentes em cada capítulo, o que incentiva à leitura posterior da história original. E também é uma excelente série para o aprendizado da língua francesa falada pelos franceses, com gírias e expressões, e também conhecer mais da França, saindo um pouco de Paris, e indo até a Normandia, onde o autor Leblanc nasceu.


Além disso tudo, que já são ótimos motivos para assistir, podemos presenciar em diversos momentos da série podemos presenciar críticas claras ao racismo dos franceses com negros e imigrantes que vivem no país, e que muitas vezes dificulta ainda mais a vida do personagem Assane. Uma forma interessante que os criadores escolheram para abordar o assunto, colocando o ator negro, e a realidade que esses imigrantes das antigas colônias vivem, com estereótipos e julgamentos de suas origens.


Uma super recomendação que pode ser encontrada na Netflix!





3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo