• RF

A História do Brasil nas Ruas de Paris

Atualizado: 28 de mai.


Título: A História do Brasil nas Ruas de Paris

Autor: Maurício Torres Assumpção

Editora: Casa da Palavra

Classificação indicativa: Livre

Gênero: Viagem / Histórico

"Como é fácil para nós, brasileiros, invadir o mundo da imaginação e da fantasia. Nosso passado é modesto e tudo nos permite realizar (...) Nossa tarefa é outra:

criar hoje o passado de amanhã."



É muito fácil pensar como os franceses influenciaram em muitas coisas na história do mundo, e citar nomes famosos não é um desafio. Devemos a eles o cinema, a fotografia, também fizeram uma revolução que marcou o período moderno, e ajudaram muito na ciência... Enfim, merci a França!


Mas nós, como brasileiros, tendemos a esquecer também nosso valor de influência na história do mundo. E por isso esse livro me chamou tanto a atenção. É ver Paris, a capital da França, Cidade Luz, ponto marcante de tantas mudanças, ter em alguns lugares a mão de brasileiros em seus prédios, nossos passos em suas ruas, nossa história com a história deles, e exposta a todos com louvores.


O livro traz personalidades históricas brasileiras que fizeram muita diferença durante sua passagem pela cidade francesa. Vou citar só alguns que me chamaram a atenção:


- Don Pedro II, após deixar a coroa do Brasil, foi para a França. Mas não só isso, o imperador sempre foi marcante por sua cultura e interesses intelectuais, e colaborando para o desenvolvimento do conhecimento. Na França, ficou conhecido como o imperador constitucional, estando sempre presente em rodas de conversas de cientistas e intelectuais, chegando até mesmo a frequentar as salas da Sorbonne e investir no instituto Pasteur em Paris para criação de vacinas.


- Santos Dumont, nosso aviador foi o que mais passeou por Paris, ou melhor, pelos céus da cidade. Primeiro como baloeiro, criando modelos individuais, e depois dirigíveis, para então pensar em seus primeiros aviões. Aliás, a palavra avião vem do francês. Entre quedas, se tornou amigo da princesa Isabel, casada com o Conde D'Eu, e residente em Paris. O aviador também ajudou a criar o Hipódromo De Longchamp, e também causou burburinhos com o prêmio Deutsch de La Meurthe, que marcou sua volta na Torre Eiffel. Le Petit Santôs, como o chamavam, era sucesso na cidade Luz!


- Oscar Niemeyer também deu o ar da sua graça na cidade francesa. No boulevard de la Villete, um conjunto abriga a sede do Partido Comunista Francês, e foi desenhado pelo famoso arquiteto brasileiro, que se reconhece os traços pelas curvas sinuosas. Niemeyer foi acolhido pela França no período da Ditadura, e presenteou a cidade com essa lembrança.


E essas são só algumas figuras que fizeram a história do Brasil na França. Ainda temos Villa-Lobos, nosso compositor e maestro, Lúcio Costa, responsável pela criação da Maison du Brésil, que acolhe estudantes em Paris, entre outras histórias que deixaram pegadas nossas pela capital.


A leitura é um prato cheio para aprendermos um pouco mais da nossa história, e também sobre o nosso valor além do nosso território nacional.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo