• RF

Compras em Paris! - #RFemParis! #5

Atualizado: Jan 16


Não dá para deixar de falar das compras feitas em Paris!!! E aproveitamos bastante as lojas locais e nos museus. Mas existe uma forma certa de gastar na cidade? Afinal, sabemos que o euro não está barato, e que é difícil se conter diante de tantas coisas!!! Em 1 mês que ficou na capital francesa, nossa autora Mariana Pacheco precisou moderar e gastar com sabedoria. Assim, temos algumas dicas para compartilhar com vocês de como se divertir em Paris sem sofrer com a carteira.

Existe uma época para se comprar em Paris?

Por incrível que pareça, sim! O mês de julho é o melhor momento para as compras na cidade, e por que? Durante o mês inteiro, todas as lojas da cidade entram no que eles chamam de "SOLDE", que quer dizer tudo com grandes descontos (20% a 50%), e descontos de verdade. Então, pode-se comprar até pela metade do preço!!!

Existem ruas de compras?

Se seu objetivo são compras turísticas (torre eiffel, boinas, etc), as ruas próximas do Louvre, a rue de Rivoli tem centenas de lojas com bons preços e produtos interessantes sobre a França, além de restaurantes e empresas de turismo. Entretanto, em qualquer esquina da cidade, você encontrará lojas turísticas, com os mais diversos acessórios e souvenirs, também vale a pena dar uma filtrada e ver qual tem um preço e produtos que valem a pena.

Agora, se seu objetivo é mais amplo e variado, conhecemos as proximidades do boulevard Raspail, e suas ruas paralelas, como rue de Fleurs e rue de Sèvres, que possuem uma grande quantidade de lojas de muitos ramos, como roupas, sapatos, acessórios, etc. Pode escolher o que quiser e quanto quer pagar.

Cartão ou dinheiro?

Ambos. Existem pouquíssimas lojas que não possuem máquina de cartão. Mas por via das dúvidas, carregue sempre 50 euros por dia e o cartão que pretende usar durante a viagem. Assim, você se garante que não vai passar vontade em nenhum lugar.

O que é mais caro de se comprar em Paris?

A ultima moda. Comprar em Paris não precisa ser caro, mas se você fizer questão de ir nas lojas de roupas, sapatos e bolsas, tenha consciência que, por ser em Paris, o preço vai subir, mesmo em época de promoção. Dificilmente encontrará roupas abaixo dos 70 euros, o mesmo vale para os outros citados.

Comprar em museus vale a pena?

Os museus tem muitas coisas diferentes, e que tem um preço razoável (na média), entretanto, vale se atentar ao repetido. Existe uma rede de lojas somente para os museus e, alguns casos, que, por serem do mesmo gênero de exposição, possuem os mesmos produtos. Então, as vezes, vale a pena você comprar naquele museu menos frequentado do que naquele super badalado, pois os produtos estarão com um preço melhor e com mais variedade.

Por exemplo: o museu D'Orsay e o museu D'Orangerie.

O legal são os produtos temáticos, que são uma excelente recordação.

Sacolas...

Os franceses incentivam o uso consciente de sacolas, por isso, em qualquer loja, você será cobrado pela sacola (de plástico ou papel) que quiser adquirir para levar suas compras. Mas calma! Não se estresse!! O atendente do caixa irá te perguntar antes de você quer adquirir a sacola, e o preço não é exorbitante, são apenas alguns centavos, que variam pelo tamanho da sacola (de 10 a 30 centavos). Porém, é legal ter sacolas de tecido, que são vendidas nos locais e normalmente tem estampas referentes a cidade. Um bom souvenir, que te faz economizar e ajudar o meio ambiente.

FNAC

Os francesas amam sua FNAC!!! Aqui no Brasil, a rede de lojas está em crise, mas lá cada vez bomba mais!!! E sendo a queridinha, em Paris não pode deixar a desejar. As lojas FNAC na capital possuem cerca de 5 andares de produtos, entre papelaria, eletrônicos, livros, DVDs... é uma loucura!!! Os preços são ótimos e é uma boa chance de comprar aquele produto caro ou que você não acha aqui, lá.

Livrarias...

Os parisienses lêem muito. E por isso, achar livros, não é uma dificuldade. Mas para economizar, atenção! Sebos não são como aqui. normalmente são livros antigos e raros, que saem mais caro. Vale a pena verificar nas margens do rio Sena, onde livreiros tem bons títulos por um preço acessível. Não são novos, mas garantem uma boa história. Em bancas de jornal, o resultado do preço bom também pode ser o mesmo. Mas, se busca um livro de tema especifico, também existem livrarias que só tem livros de determinado segmento, tais como acadêmicos, quadrinhos, etc, e que tem um preço mais acessível.

Perfumes e maquiagem...

São outros produtos muitos buscados por quem visita a cidade. Todos querem levar um perfume francês para casa! E os franceses também sabem disso. Por isso, o preço também é salgado. Antes de comprar um perfume Channel nº5, pense se vale tanto a pena. Busque algo que DE FATO você não vai achar no seu país e que valha o preço.

Por exemplo: em Versalhes você pode encontrar perfumes inspirados em Maria Antonieta, Imperatriz Josephina e Napoleão, isso, você não vê aqui no Brasil...

Quem converte, não se diverte!

Não fique pensando em quantos reais você está gastando em euros. Estabeleça e leve um valor fixo em euros para a viagem. Seus gastos não podem passar disso e ponto! Mantenha essa meta, divida uma valor diários para os dias que vai ficar no país e só saia do hotel com essa quantidade de dinheiro, mesmo no cartão. Dessa forma, você se obrigará a manter uma certa economia. Se, ao final da viagem, sobrar uma valor extra, uma semana antes de voltar para casa, compre algo que queira, mas que não sabia que se valia a pena. Porém, não deixe de se divertir pelo excesso de zelo com o dinheiro.


0 visualização