• RF

Vous Saviez? - A Marselhesa


"Aux armes, citoyens ! Formez vos bataillons ! Marchons, marchons ! Qu'un sang impur... Abreuve nos sillons !"

Refrão da Marselhesa

Considerado um dos mais belos hinos do mundo, a Marselhesa, hino oficial da França, teve sua origem na Revolução Francesa, sendo criado em 1792, pelo oficial Claude Joseph de Lisle, como uma canção revolucionário (o que de fato é ) para ser entonado pelos soldados. Porém sua história é bem curiosa.

Primeiramente, seu nome original era "Canto de Guerra para o Exército do Reno", pois deveria ser cantada pelo exército francês que lutaria contra o exército austríaco na região de Estrasburgo, como um estimulo para encorajar os homens a lutar na fronteira, região do rio Reno. A música foi encomendada para Claude, que era um oficial do exército francês e um músico autodidata.

A canção obteve sucesso e logo chegou a Provença, sudeste da França, e em um mês chegou em Paris, com os soldados federados da região de Marselha, que aliás, se afeiçoaram em especial pela música, cantando-a por toda a viagem, e por isso veio o nome Marselhesa.

Na batalha de Valmy, travada contra a nobreza francesa e os austriacos, foi entoado pelos soldados revolucionário vitoriosos, e assim se tornou a canção do novo governo, e em 1795, foi instituída pela Convenção como o hino nacional da França.

Porém com a queda dos revolucionários, e a chegada de Napoleão, a Marselhesa foi banida no período do império, e também no governo de Luís XVIII, quando a monarquia foi restaurada. Mas como os franceses nunca se calaram, nos levantes estudantis de 1830 (os miseráveis, se lembram?) a canção voltou a ser cantada e tornar-se hino nacional.

Mas a cada vez que um Napoleão subia ao poder, a Marselhesa era calada. Quando Napoleão III assumiu, novamente a música foi banida, mas em 1879 a III República foi instaurada e finalmente e definitivamente a Marselhesa foi colocada como hino nacional, e sendo reafirmado o ato em 1946 e 1958.

Até os dias de hoje a Marselhesa é o hino da França, e sua letra e continua com o mesmo peso revolucionário de 1792. Já parou para prestar atenção nela?

Veja no video abaixo a letra e a tradução desta canção que ainda hoje carrega a alma da revolução francesa:


0 visualização
0